© Pedro Pinho
© Albano Soares
© Paula Gonçalves
© Rui Félix
© Paula Gonçalves
© Pedro Pinho

A propósito do Dia Nacional da Conservação da Biodiversidade

Assinala-se hoje o Dia Nacional da Conservação da Biodiversidade. Biodiversidade significa variabilidade de seres vivos e habitats e Portugal tem uma vasta rede de áreas protegidas, correspondente a 21% do seu território. Possui um elevado acervo de recursos biológicos com 15% de espécies endémicas, ou seja, exclusivas do nosso país. No entanto, pelo menos, 30% dos habitats naturais não se encontra em boas condições de conservação. Nalguns locais, tem havido um retrocesso com extinções de espécies, modificações de habitat, aumento de invasores e dos seus efeitos. Por outro lado, o desconhecimento das condições reais de conservação das espécies terrestres é muito elevado e limitadíssimo o conhecimento da biodiversidade marinha e seu estatuto de conservação. Numa altura em que o país está devastado pelas chamas, é quase irrisório chamar-se a atenção para este dia. Por isso, a discussão pública sobre a Estratégia Nacional para a Conservação da Natureza e da Biodiversidade (ENCNB 2025) lançada pelo Governo tem papel relevante para a política nacional do ambiente. Pena merecer pouco interesse por parte dos media (apenas o PÚBLICO lhe dedicou espaço no dia 9 de Junho) e da sociedade em geral.

 

Leia o artigo completo: https://www.publico.pt/2017/07/28/ecosfera/noticia/a-proposito-do-dia-nacional-da-conservacao-da-biodiversidade-1780498