© Pedro Pinho
© Albano Soares
© Paula Gonçalves
© Rui Félix
© Paula Gonçalves
© Pedro Pinho

Como a ecologia não tem fronteiras, criou-se uma sociedade ibérica para ela

Portugal e Espanha unem-se pela ecologia, para reforçar o papel dos ecólogos na sociedade.

As alterações climáticas ou a crescente urbanização são temas que não têm fronteiras. E foi a pensar nisso que a Sociedade Portuguesa de Ecologia (SPECO), a Associação Espanhola de Ecologia Terrestre e a Associação Ibérica de Limnologia criaram a Sociedade Ibérica de Ecologia, lançada esta quinta-feira durante o 16.º Encontro Nacional de Ecologia, na reitoria da Universidade de Lisboa.

 

 Leia o artigo completo: Público