Iniciativas

Desmontando o Montado

Actividade teórico-prática

15 de Setembro, 15h00 - 17h30

Centro Ciência Viva do Lousal

Gratuito

transferir

Durante a palestra serão apresentados casos de estudos práticos sobre o ecossistema Montado, assim como a demonstração em sala de algumas técnicas de amostragem de fauna, alguns materiais utilizados e respectivo funcionamento (máquinas fotográficas, detectores de ultra-sons , pitfalls, indícios de presença e guias de campo).

Sapal e Dunas

Visita guiada

15 de Setembro, 09h30 - 11h30

Praia do Barril, Santa Luzia, Tavira

Gratuito

logotipoccvtavira
 
 
 
 

Neste percurso, os participantes terão a oportunidade de descobrir todas as particularidades destes dois ecossistemas, os serviços por eles prestados, a sua biodiversidade e as adaptações dos seres vivos que aqui habitam.

Alterações nos padrões de distribuição de briófitos epifíticos em ambientes urbanos e seu significado ecológico e climático

Workshop e visita guiada

14 de Setembro, 15h00 - 17h00

FCUL e Jardim do Campo Grande

Gratuito, com inscrição prévia

CE3C

As espécies epifíticas (entre elas os briófitos) são constituintes importantes da vegetação em muitos ecossistemas naturais, mas estão também presentes em áreas intervencionados, como em zonas urbanas e industriais. Para se desenvolverem estes organismos necessitam essencialmente da humidade atmosférica e luz. O substrato tem apenas uma função de suporte. São espécies de estruturas muito simples estando totalmente expostas aos poluentes atmosféricos, que são em muitos casos incorporados com facilidade no próprio organismo. Por outro lado, são muito dependentes do clima da região.

Prémio em Serviços dos Ecossistemas Marinhos 2018

Prémio resultante da cooperação entre a SPECO, o CIIMAR - Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental

O Prémio em “Serviços dos Ecossistemas Marinhos” pretende distinguir a melhor Dissertação de Mestrado sobre a temática dos serviços dos ecossistemas marinhos que tenha sido defendida em provas públicas entre 2016 e 2018. Poderão candidatar-se os autores de teses concluídas com sucesso em tópicos que se enquadrem no tema “Serviços de Ecossistemas Marinhos”, incluindo no âmbito da sua quantificação, descoberta de novos produtos ou serviços, rentabilização de outros já em exploração, ou que contribuam para sua proteção e/ou exploração sustentável (e.g. conservação da biodiversidade e habitats marinhos, estudo e proteção de funções ecológicas marinhas, avaliação da qualidade ambiental de ecossistemas marinhos, avaliação de efeitos da poluição e de alterações decorrentes das mudanças climáticas globais, entre outros).

Prémio em Ecologia dos Sistemas Aquáticos 2018

Prémio resultante da cooperação entre a SPECO e o MARE - Centro de Ciências do Mar e do Ambiente.

O concurso pretende premiar trabalhos de investigação de âmbito ecológico desenvolvidos em todo o tipo de sistemas aquáticos, naturais ou artificiais, incluídos, quer em meio dulciaquícola, quer em meio salobro ou marinho. Engloba, assim, águas subterrâneas, rios e ribeiros, lagos, albufeiras, canais, paúis, estuários, lagoas e rias, zonas marinhas costeiras e águas oceânicas abertas e profundas. Podem incidir sobre aspectos ecológicos a diferentes níveis da organização dos seres vivos, desde o ecossistema, à comunidade, espécie, população ou mesmo a níveis inferiores de organização dos seres vivos, e sua relação com as condicionantes ambientais.

Prémio em Ecossistemas de Montanha 2018

Prémio resultante da cooperação entre a SPECO, o CIMO - Centro de Investigação de Montanha e o Instituto Politécnico de Bragança.

O concurso pretende premiar trabalhos de investigação desenvolvidos no âmbito de ecossistemas de montanha, naturais, semi-naturais ou artificiais, em Portugal ou outra região do mundo. Incluem-se assim ecossistemas como florestas, lagos, rios, matos, pastagens, áreas agrícolas, plantações florestais, sistemas agro-florestais e sistemas urbanos de montanha. O conceito de montanha adotado neste concurso inclui todas as áreas apresentando gradientes ambientais muito acentuados e resultantes de variações relativamente abruptas da altitude ou da elevada complexidade geomorfológica do território (declives acentuados).