×

Aviso

com_content.article: Field=text
youtu.be urls are disabled

Ecologi@ - Revista Online da Sociedade Portuguesa de Ecologia, Número 4, Florestas

 

 

As florestas providenciam um número considerável dos chamados “serviços dos ecossistemas”, ou seja, “serviços de suporte à vida”. De entre eles há a salientar: (1) protegem e mantêm a qualidade e a quantidade da água disponível para as populações; (2) criam as condições de habitat para que a biodiversidade possa existir e movimentar-se; (3) armazenam carbono tendo assim um papel activo no clima global; (4) providenciam madeira e outros produtos, os quais têm um valor económico e (5) providenciam em elemento estético na paisagem. Todas as medidas que possam contribuir para a protecção e a manutenção do funcionamento das Florestas irão de alguma forma aumentar os serviços destes ecossistemas ao Homem.

Em Portugal, a Paisagem florestal cobre mais de 1/3 do território nacional e, em conjunto com outras associações vegetais, contribui para a manutenção de uma parte significativa da biodiversidade. Do ponto de vista socio-económico, a floresta contribui com mais de 10% para as exportações nacionais e cerca de 3% para o Produto Interno Bruto (PIB). Para além disso, Portugal é o maior produtor e exportador mundial de cortiça e produtos de cortiça. No caso do sobreiro às razões económicas somam-se as razões ambientais para seja uma das espécies florestais legalmente protegidas. Essas razões ambientais prendem-se com o facto dos montados de sobro e de azinho estarem muito bem adaptados ao clima mais seco do sul de Portugal e de serem um sistema agro-florestal com uma elevada sustentabilidade e que suporta uma elevada biodiversidade quando a gestão do seu uso é de baixa intensidade.

As florestas têm um papel chave na manutenção da funcionalidade do solo e do sistema hidrológico nas zonas sujeitas à secura extrema. A manutenção da floresta nestas zonas evita ou desacelera o processo de desertificação. Por outro lado a floresta pode estar ameaçada pelas alterações climáticas de uma forma mais direta através do aumento da frequência e severidade dos incêndios florestais e de uma forma indireta no aumento do ataque de pragas e doenças (declínio dos montados e nemátode da madeira) e na expansão de espécies exóticas-invasoras.

A SPECO com a edição de um número especial sobre as Florestas associou-se às comemorações do Ano Internacional das Floresta na divulgação do progresso científico sobre as florestas na área da Ecologia.

 

Cristina Máguas e Cristina Branquinho

Foto: Otília Correia

 

 

Versão integral em pdf

Capa revistaecologia 4

 

 

Entrevista

 

Destaques

REDD+ e estratégias de promoção da biodiversidade

1.º Encontro Nacional sobre Reabilitação de Áreas Degradadas de Moçambique

Cristina Máguas como Vice-presidente da EEF – European Ecological Federation


Artigos de Opinião

A importância das Sinergias entre as 3 Convenções do Rio: Biodiversidade, Alterações Climáticas e Combate à Desertificação

 

Artigos de Divulgação

Caatinga: Vegetação do semiárido brasileiro

 

Artigos de Revisão

Processionária do pinheiro na Mata Nacional de Leiria documenta caso muito raro de especiação simpátrica

A construção naval e a destruição do coberto florestal em Portugal - Do Século XII ao Século XX 


Artigos Científicos

As florestas do Cantanhez (Guiné-Bissau) – Vegetação, alterações do coberto do solo e utilização dos recursos naturais

Levantamento da Diversidade Edáfica em Serapilheira de Mata Ciliar da Bacia do Rio Paraguai no Pantanal Sulmatogrossense - Brasil

 

Notas Técnicas

Águas marinhas e estuarinas: métodos de amostragem e armazenamento para metais pesados 

Águas marinhas e estuarinas: métodos de amostragem e armazenamento para nutrientes 


Teses e Projectos

Diversidade de vertebrados na Serra do Bussaco e áreas envolventes

Caracterização e composição florística de uma comunidade savânica no Rio Grande do Norte, Brasil: subsídios para a conservação

Invasion of Ecosystems by Acacia longifolia - Characterizing associated insect fauna and identification of potential pollinators

IMBAMBA* - Implementar o Acesso à Informação sobre Biodiversidade e a Gestão de Coleções Botânicas em Angola